sexta-feira, 23 de setembro de 2011

simulacro

Sabias que: "Por su ubicación geográfica el Perú es un país con una alta ocurrencia de sismos, nos encontramos ubicados en el borde occidental de Sudamerica donde se produce la subducción de la Placa de Nazca y la Placa Sudamericana. A lo largo de la historia se ha conocido de la ocurrencia de sismos muy destructores, sobre todo aquellos ocurridos en el sur del Peru que han devastado las ciudades de Arequipa y Tacna en el siglo XIX."

E de facto, no passado 24 de Agosto lê-se: "Um terramoto de 7.0 na escala de Richter foi sentido esta quarta-feira o Peru, segundo dados do Instituto Geológico dos EUA.

Os edifícios da capital, Lima, abanaram, relata o jornal «El Comercio». O abalo foi também sentido em Moyobamba, Loreto, Ica e Trujillo, assim com em algumas partes do Brasil e do Equador.
O epicentro foi registado a uma profundidade de 145,1 quilómetros e a 82 quilómetros a norte de Pucallpa, no centro do Peru, junto da fronteira com o Brasil.
Inicialmente, foi atribuída a este sismo uma magnitude de 6.8 que sucessivamente rectificada. A última é de 7.0." (fonte tvi24.iol.pt 24 Ago 2001)

Devido a este historial é comum veres sinalética apropriada para zonas seguras assim como de procedimentos como ter uma mochila preparada (com muda de roupa, passaportes, etc.) e um local de encontro combinado para a eventualidade de teres de sair de tua casa à pressa.

Os simulacros então são também feitos com alguma regularidade; alguns sem qualquer aviso prévio e com a colaboração da Protecção Civil.

E foi o que aconteceu ontem na escolinha da D. Como eu não sabia, não tive oportunidade de lhe explicar antecipadamente para ela assim perceber do que se tratava e para que servia o treino.

À saída da escola perguntei-lhe "- então hoje fizeram um exercício foi querida?"

- olha sim! viemos para a rua cantar uma musica qualquer!!!

1 comentário:

  1. A descontracção é, por vezes, uma forte aliada da eficiencia :)

    ResponderEliminar